lionsvalparaiso

Click here to edit subtitle

                                                                                      

                                                                                        PROTOCOLO DE UMA REUNIÃO


O que se chama protocolo é uma coleção de regras que definem a utilização de formalidades, nas cerimônias. Lions, como qualquer outra entidade, define suas regras protocolares sob a influência no contexto de outros protocolos específicos, inserindo-se nas tradições existentes. Uma lista de regras protocolares ordena o que se deve fazer em um encontro, elimina dúvidas acerca de posições na mesa, sequências de acontecimentos, etc., e permite honrar a todos de modo a que não haja ofensas involuntárias, desprestígios ou mágoas.

 

REUNIÃO DE TRABALHO

1. Composição da Mesa ( a cargo do Diretor Social do Clube)

2. Abertura

Composta a mês, o Presidente do Clube (bate o sino) e diz: “ Invocando à Deus, pela grandeza da Pátria e pela paz entre as pessoas, declaro aberta esta Assembleia ou Reunião de Trabalho do Lions Clube de Valparaíso” a função do sino é chamar a atenção, da mesma forma que as campainhas, a corneta militar, o triângulo ou cano metálico nos acampamentos, etc. O sino, todavia, está siamesamente ligado ao martelo, sendo este um dos mais importantes, senão o mais importante, instrumento utilizado pelo dirigente de um Lions Clube, Quem impunha o martelo de dirigente de qualquer instituição, está empunhando a insígnia de governo, a insígnia de ascendência a todos os que lhe são subordinados, a todos que estão sob sua direção. Assim o é com relação ao Juiz, ao leiloeiro e ao dirigente de um clube de leões.

 

3. Invocação à Deus

O CL Presidente bate o sino e diz: “ Convido o CL ....... para fazer a invocação à Deus”. Obs: Pode ser convidada qualquer pessoa, mesmo não sendo leão, porém a preferência deve recair em CL do Clube, inclusive, previamente avisado para essa missão.

4. Saudação ao Pavilhão Nacional

O CL Presidente bate o sino e diz: “ Convido a todos para entoarem comigo a primeira estrofe e estribilho do Hino à Bandeira”

5. Nomeação do Mestre de Cerimônia

O CL Presidente observando que todos já estão acomodados, bate o sino e diz: “ Nomeio o CL ..... para funcionar como Mestre de Cerimônia desta Assembleia”.

ATIVIDADES DO MESTRE DE CERIMÔNIA

5.1 – Saudação aos visitantes (se houver)

O MC deve, toda vez que usar da palavra, fica de pé. Essa atitude facilita ao Presidente bater o sino toda vez que ele se dirigir para anunciar alguma atividade. Obs: O sino e martelo ficam com o Presidente, nunca com o Mestre de Cerimônia ou outra pessoa.

O MC anuncia, então, o nome do CL Diretor Social que fará a saudação aos visitantes, fazendo referência especial a novos CCLL que se empossarão (se for o caso) e citar os aniversariantes.

5.2 – Atividades da Secretaria

O Presidente bate o sino e o MC anuncia o Secretário do Clube para a leitura da ata anterior, correspondências recebidas e expedidas e outros comunicados de interesse do Clube.

5.3 – Atividades da Tesouraria

O Presidente bate o sino e o MC anuncia o Tesoureiro do Clube para as comunicações sobre as finanças do Clube e outras comunicações de interesse do Clube. (Palmas pela atuação do Tesoureiro).

5.4 – Instrução Leonística

O Presidente bate o sino e MC anuncia o CL incumbido de fazer a Instrução Leonística. Obs: A Instrução Leonística pode ser feita por CL de outro Clube, porém, a preferência deve recair em Companheiro do Clube e sobre tema previamente combinado com o Presidente e Diretor Social do Clube. O tempo de duração é no máximo 10 minutos. É sabido que em Lions, a Instrução Leonística é parte obrigatória em uma Assembleia Geral de Clube, uma vez que ela visa esclarecer seus fundamentos e por isso, versar sobre temas que contemplem o Leonismo.  (Palmas após a IL).

ENCERRAMENTO DAS ATIVIDADES DO MESTRE DE CERIMÔNIA.

6. O CL Presidente bate o sino e o MC agradece a indicação do seu nome nesta Assembleia e lhe devolve o colar e a direção dos trabalhos. (Palmas).

Comunicados da Presidência – Presidente bate o sino e aproveita a oportunidade para submeter à deliberação da Assembleia os assuntos tratados nas Reuniões de Diretoria para apreciação e votação, bem como fazer ciente aos CCLL das atividades das Comissões, bem como receber as proposições ou moções para posterior discussão nas reuniões de Diretoria.

7. Jaula Aberta

O Presidente bate o sino e declara “Jaula Aberta”.

A Jaula Aberta é privativa dos Leões. O tempo permitido e ideal pra cada CL usar da palavra é de 3 minutos.. Outros CCLL de outros Clubes poderão fazer usos da palavra da jaula. A jaula aberta é a oportunidade que os Companheiros, Companheiras e Domadoras tem de se manifestarem livremente para sugerir, transmitir informações, solicitar esclarecimentos, elogiarem, criticarem e prestarem outros esclarecimentos. Em jaula aberta não se faz intervenções ou “apartes”. Se houver discórdia ou necessidade de complementação de um assunto, solicita-se a palavra ao Presidente e manifesta-se quando chegar a sua vez. Nunca se interrompe a explanação de outro associado(a).

O Presidente pode não abrir a jaula, quando a reunião tiver sido muito demorada, ou outros motivos, desde que fundamente sua decisão, sendo esta registrada em ata. Não há votação para aprovação deste ato. É um critério do Presidente. Passada a fala de alguém na Jaula Aberta, esta só irá retornar ao mesmo, a critério exclusivo do Presidente).

 

8. Palavra do Presidente

8.1 – O último a usar a palavra é o Presidente.

8.2 – O Presidente usa da palavra para seu agradecimento final, bate o sino e diz; “ Agradeço mais uma vez a todos e ao declarar encerrada a presente reunião convoco outra para o dia ___/___/___, às ____ horas e peço a todos os CCLL que saudemos o Pavilhão Nacional com uma calorosa salva de palmas”.